8 perguntas para quem está a pensar criar um negócio online

Dicas

|

11 de dezembro de 2020

|

4 minutos de leitura

Para criares um negócio online com sucesso precisas de uma imagem clara da identidade da marca que queres apresentar ao mundo. Tens de saber como chegar ao teu público-alvo e quais são as ferramentas que vais utilizar para tal. Para te ajudar, reunimos as 8 principais perguntas que tens de fazer:

 

1 - Quem é o meu público-alvo?

Há mais para conhecer do teu público-alvo do que as informações demográficas. Para construíres a tua marca, deves saber o que os teus clientes ideais fazem com o seu tempo livre, o que procuram na tua indústria, o que fazem online e que plataformas utilizam. Sabe mais como utilizar audiências com a Closum.

 

2 - Qual é a minha identidade visual?

Identidade visual é mais que um logótipo. É um bom ponto para iniciares, mas não te esqueças que deve ser fácil de identificar e coerente em todos os aspetos do website e redes sociais no que toca a cor, forma e tema.

 

3 - Pelo que me apaixonei?

A página "Sobre" no teu website deve espelhar a mensagem da marca, o teu percurso para criar o negócio e porque és melhor que os teus concorrentes. Foca-te no que te inspirou e os problemas que pretendes resolver. Utiliza blogues, redes sociais e vídeos para falar sobre o teu negócio, valores e objetivos. Isto ajuda a criar uma imagem mais pessoal com os teus futuros clientes.

 

4 - O que procuro para o meu website?

Um website apelativo, acessível e rápido é a base do teu negócio online. A gestão de conteúdo (CMS) ou plataforma que utilizas para construir o teu website pode ter um grande impacto nas tuas receitas e na sua facilidade de utilizar.

 

5 - Como vou analisar a minha performance?

Para melhorar o teu website, tens de analisá-lo a níveis de performance. Desta forma, são necessárias ferramentas de análise para seguir o comportamento do utilizador e verificar as taxas de conversão. O Google Analytics consegue identificar métricas, como taxas de conversão entre páginas e posts. Por outro lado, para as redes sociais, ferramentas como a Swonkie permitem olhar para o engagement de uma forma mais detalhada. Por fim, ferramentas de análise face ao e-commerce como a kissmetrics ajudam a segmentar o teu público-alvo de uma forma mais detalhada.

 

6 - Estou em todo o lado?

Para construíres uma marca online, tens de utilizar todos os canais disponíveis para promover e vender os teus produtos e manter o engagement de longo-prazo com os teus consumidores.

  • Redes Sociais
    • As redes sociais dão-te a oportunidade de conectares com o teu público-alvo de uma forma mais direta e pessoal. Partilhar não só apenas sobre o que vendes, mas também sobre o teu lifestyle, valores e objetivos resulta na humanização da tua marca e, por isto, crias uma relação próxima com os teus clientes. Por si só, estes podem partilhar com a sua rede tornando-se "embaixadores" da tua empresa.
  • Email
    • Apesar do email marketing muitas vezes sofrer por open-rates baixas, ainda é um bom truque para teres na manga. Mensagens personalizadas e promoções obtêm melhores resultados, dado que são personalizadas para cada recipiente. Mantém o teu conteúdo curto e original!
  • SMS
    • O SMS Marketing tem rates de resposta impressionantes e por isso deves usar para ofertas limitadas e promoções que incentivem o teu cliente a aproveitar uma oportunidade.
  • Content Marketing
    • Envolve a criação de vídeos, blogs, tutoriais com foco na educação. Quão mais informados estiverem, mais os teus potenciais clientes estarão prontos para comprar. Além disso, os clientes valorizam conselhos honestos, o que te vai ajudar a construir uma reputação online de confiança.
  • Native Marketing
    • Como já referimos, o native marketing tem várias semelhanças com content marketing, com a maior diferença sendo que crias conteúdo para ser partilhado por outros websites, permitindo expor-te a uma audiência já existente.

 

7 - Como podes utilizar remarketing de uma forma eficaz?

Remarketing envolve apresentar anúncios aos teus clientes depois destes terem saído do teu website, especificando determinados anúncios para pessoas que já conhecem a tua marca. Esta pode ser uma forma eficaz para novas marcas como a tua se assegurarem que os visitantes se lembrem dos seus produtos após saírem do website.

 

8 - Como vais gerir o teu apoio ao cliente?

Uma reputação de mau apoio ao cliente é fácil de ganhar e difícil de esquecer. Dito isto, pode dificultar o crescimento do teu negócio. Por outro lado, oferecer um bom apoio ao cliente ganha a sua lealdade, recomendações e boa publicidade. Felizmente, não há grande mistério num bom serviço ao cliente. Fornece à tua equipa as ferramentas e a orientação para fazer estas três coisas: tornar o negócio fácil de contactar (oferecer várias formas de entrar em contacto), responder rapidamente, recolher feedback e abordar qualquer queixa que os teus clientes possam ter.

"Os sucessos de uma organização são o resultado do esforço combinado de cada indivíduo"

Vince Lombardi, primeiro treinador a vencer o SuperBowl