Nos últimos anos, o RGPD e outros regulamentos obrigaram a uma adaptação por parte das empresas. E apesar da preocupação inicial, o Email continua a ser uma das ferramentas de marketing mais importantes.
 
O principal objetivo das campanhas de Email Marketing é oferecer aos subscritores a melhor experiência possível e a forma como trata os seus dados tem uma influência significativa.
 
Por isso, em vez de olhar para o novo recurso da Apple como um "inimigo" é hora de ajustar a sua estratégia e encontrar novas práticas para melhorar as suas campanhas de Email Marketing, continuando a respeitar as permissões de dados dos seus subscritores.
 
Neste artigo, vai saber tudo o que precisa sobre o novo recurso de privacidade da Apple e a melhor forma de se adaptar a estar mudança.
 
O que é o Apple Mail?
 
Apple Mail (ou Mail nos dispositivos Apple) é a aplicação de Email nativa da Apple para iOS, watchOS e macOS. 
 
Ela é pré-configurada para funcionar com vários provedores de Email, como Gmail, Outlook, Yahoo, AOL e iCloud, tornando-se uma aplicação muito popular entre os utilizadores de dispositivos Apple.
 
Mas o que mudou com o iOS 15?
 
Proteção de Privacidade do Apple Mail
 
A Apple lançou recentemente o iOS 15 que oferece aos utilizadores da aplicação Mail a opção de selecionar a Proteção de Privacidade e, assim, limitar a quantidade de dados disponibilizados para as marcas e empresas que enviam emails e utilizam pixels de rastreamento.

Proteção de Privacidade da Apple Mail
 
Mais especificamente, quando os utilizadores selecionam esta opção de privacidade, as campanhas de Email Marketing não terão mais acesso a informações como:
  • Quando ou onde os seus emails estão a ser abertos;
  • Resultados de pixels ocultos;
  • Endereços IP, o que significa que não haverá mais associação de outras atividades online dos utilizadores;
  • Inclui um recurso que impede as empresas de verificar se os utilizadores abrem os seus Emails através do aplicativo Apple Mail.
 
Devido a estas mudanças, os profissionais de marketing afirmam que a atualização prejudica a capacidade dos anunciantes de medir o sucesso em campanhas de Email Marketing.
 
Mas calma, não ficamos apenas por aqui...
 
Existem mais alterações com a chegada do iOS 15:
 
iCloud +
 
A Apple agora está a oferecer uma assinatura adicional do iCloud, onde os utilizadores têm acesso a mais recursos de privacidade para evitar o rastreamento no Safari que informa aos mesmos para quais sites os seus dados estão a ser enviados, dando-lhes a opção de parar.
 
Ocultar o meu email (recurso do iCloud+)
 
Os utilizadores agora podem ocultar o seu Email de forma a impedir que as marcas vejam o endereço de Email real. Assim, as marcas apenas vão conseguir ver um endereço de Email "falso", até que os utilizadores decidam se dão ou não acesso ao Email real.
 
Mas então, qual o efeito do iOS 15 no Email Marketing?
 
Já falamos sobre as principais mudanças que o iOS 15 trouxe.
Agora é hora de verificar quais os efeitos destas alterações nas campanhas de Email Marketing:
 
1. Taxa de Abertura
As Taxas de Abertura não serão mais confiáveis para listas de Emails com subscritores que utilizam o Apple Mail.
 
Esta métrica é rastreada através de uma pequena imagem invisível embutida no código do Email. Quando um Email é aberto, a imagem é carregada informando ao remetente que o Email foi aberto.
 
Com o iOS 15, a Proteção de Privacidade do Apple Mail pré-carrega essa imagem e todos os outros scripts e dados de código quando o Email for recebido, em vez de quando for aberto.
Isto pode resultar no aparecimento de Emails abertos que de facto não ocorreram.
 
2. Teste A/B
A execução de testes A / B automatizados para linhas de assunto com base em aberturas não será tão exata caso os seus subscritores utilizem o Apple Mail.
 
O teste pode receber um grande número de aberturas não confirmadas, o que distorce os resultados. Por isso, para obter testes mais precisos, utilize a Taxa de Clique como sua métrica para o sucesso.
 
3. Segmentação utilizando endereços IP
Os endereços IP dos utilizadores do Apple Mail serão mascarados para que não possam ser vinculados à sua localização ou ao seu comportamento online.
 
Embora a segmentação com base no comportamento seja mais difícil, pedir aos subscritores dados através de um formulário pode ser a solução para a segmentação.
 
4. Cronómetros de contagem regressiva
Os cronómetros de contagem regressiva podem não funcionar corretamente uma vez que o conteúdo do Email é pré-carregado e armazenado em cache.
 
Assim, existe a possibilidade de a versão do cronómetro de contagem regressiva mostrar o tempo restante de quando o Email foi originalmente descarregado para o dispositivo, em vez de quando a pessoa abriu o Email.
  
Como se preparar para o update da Apple
Assim como o RGPD, a Proteção de Privacidade do Mail da Apple é outro sinal de alerta para começar a pensar em como podemos otimizar as estratégias de Email Marketing para melhorar a experiência do utilizador e alcançar os nossos objetivos.
 
Desta forma, separamos algumas dicas para se adaptar da melhor maneira a esta nova realidade:
 
1. Avalie e teste para informar campanhas futuras
Comece por avaliar as métricas das suas campanhas antigas para ver o que funcionou e reestruture a sua estratégia.
 
Pode começar por verificar quantos dos seus subscritores utilizam a aplicação Mail da Apple. Assim, consegue ter uma noção da proporção do efeito do update da Apple nas suas campanhas.
 
2. Limpe a sua base de dados
Se reparar que existem Emails específicos que não abriram nenhuma das suas comunicações nos últimos seis meses, pode considerar removê-los da sua lista.
 
Ou então pode iniciar um processo de "última oportunidade", perguntando aos subscritores inativos se ainda desejam receber as suas comunicações. Caso não obtenha resposta é hora de os eliminar da sua lista de Emails.
 
3. Aumente a interação
 
Pedir feedback aos seus subscritores é uma ótima maneira para determinar o que eles desejam receber nos seus Emails e medir a interação dos mesmos.
 
O feedback dos seus subscritores é muito importante para que consiga otimizar o seu conteúdo.

Através dele consegue reunir informações como os interesses dos seus subscritores, a  frequência de envio de Emails preferencial e até mesmo o horário ou dia da semana que eles têm maior probabilidade de o ler.
 
4. Comece a medir com outras métricas
Comece a considerar outras métricas para medir o sucesso das suas campanhas, como o ROI, crescimento da sua lista de Emails em relação ao cancelamento de subscrições ou a Taxa de Clique.
 
Assim, consegue avaliar se as suas ações de marketing precisão de ser otimizadas para a conversão ou necessitam de uma reavaliação de conteúdo.
 
  • Return On Investment (ROI) - O ROI gerado vai de encontro às suas expectativas ou é superior? Se sim, ótimo. Caso contrário, é necessário otimizar os seus Emails para a conversão.
  • Crescimento da lista de Emails em comparação ao cancelamento se subscrições - Está a ganhar mais subscritores do que os que perde? Em caso afirmativo, significa que está num bom caminho! Você ganha mais assinantes do que perde? Em caso afirmativo, significa que você está fazendo algo certo! Caso contrário, é hora de reavaliar o seu conteúdo e realizar pesquisas para descobrir o que os seus subscritores desejam ver.
  • Taxa de Clique - Devido ao update da Apple a Taxa de Abertura já não é tão confiável. Por isso, utilizar a Taxa de Clique como uma métrica de sucesso é a prática mais adequada uma vez que garante efetivamente o interesse do subscritor.
 
Considerações finais
 
Assim como o RGPD, a Proteção de Privacidade da Apple é outro sinal de alerta para começar a pensar como pode otimizar o seu Email Marketing para melhorar a experiência do utilizador e atingir os seus objetivos.
 
Agora já sabes o significado desta atualização e qual o efeito que ela pode exercer na sua estratégias de Email Marketing, respeitando sempre a privacidade dos seus  subscritores e fornecendo dados mais perspicazes para melhorar o desempenho das suas campanhas. 
 
Através do Closum consegue combinar diferentes canais de marketing digital como o Email Marketing e SMS Marketing. Além disso, a plataforma permite-lhe capturar contactos através da criação de Landing Pages. Experimente gratuitamente aqui!

"Geração de leads é uma atividade central de marketing"

Chris Brogan