6 Erros Imperdoáveis em Landing Pages!

Dicas

|

20 de setembro de 2018

|

8 minutos de leitura

Construir uma landing page adequada que sirva os objetivos que tenha definido não é tarefa simples. Existem muitos fatores que influenciam a taxa de conversão de uma landing page.
Para o ajudar a entender o que está a fazer erradamente, deixamos-lhe 6 erros habituais na hora de desenvolver uma landing page:

1- Não ter o objetivo claro
         

Um dos principais erros na criação de landing pages é o de não ter um objetivo claro a alcançar com a página. Muitas empresas tendem a criar as suas páginas sem definir o objetivo e como o querem conseguir. Criam a página por criar e não existe nenhum objetivo além desse.


Uma landing page deve ser capaz de mostrar de maneira clara qual é o seu objetivo.
Para que isso seja possível, o melhor é que a proposta de valor esteja bem definida. Com uma proposta de valor atrativa, conseguirá que o visitante se interesse pelo seu produto ou serviço. Poderá aproveitar isto como uma declaração de intenções e deixar claro o que espera do visitante e como espera consegui-lo.

Não tenha medo de mostrar de maneira aberta a sua intenção. Se quiser que o cliente compre, deve indicar o que deve comprar. Se quiser que o cliente se registe, deve dizer onde deve registar-se, etc. Cada página nasce com um objetivo em relação ao cliente, defina claramente esse objetivo e terá mais sucesso.



2- Proposta de valor extensa

         

Outro dos erros mais habituais nas landing pages é que a sua proposta de valor seja muito extensa. É normal que no momento da criação de uma landing page se queira exagerar na oferta. Normalmente, tomam muitas ideias em consideração e isto resulta numa má seleção final onde o cliente se depara com várias ideias e fica sem saber qual delas seguir.


O objetivo da landing page é o de conseguir a conversão do visitante. A conversão pode surgir de uma compra, de um registo ou de qualquer outra ação, mas esta deve estar clara. Se a sua proposta de valor levar a equívocos, estará a perder leads. A sua landing page deve especificar qual é o único objetivo e apostar nele.

Por cada proposta de valor que tenha, terá que criar uma landing page diferente. Uma proposta, uma landing page, é a melhor maneira de garantir que os seus clientes não ficarão perdidos pelo conteúdo que deseja transmitir. Centre os esforços para que os visitantes entendam o que lhes quer dizer.


3- Muito conteúdo

     

Como já dissemos, a landing page deve ser uma página que vá ao ponto e explique o conteúdo que o visitante irá encontrar. Deve ser capaz de lançar os objetivos e metas sem necessitar de grande quantidade de conteúdo.

O erro de situar muita quantidade de conteúdo nas landing pages vem de um mau design. É imprescindível saber e decidir que conteúdo deverá ou não colocar. Assim será possível elaborar um desenho que permita que todo o conteúdo da landing page possa ser percebido com um simples olhar.



4- Um mau desenho do formulário

      

O ponto central de toda a landing page de conversão é o formulário. O formulário é o elemento encarregue de converter os visitantes em leads.

Se o formulário não estiver otimizado, de nada serve ter investido tempo em criar e desenhar a sua landing page. O formulário deve ser um elemento visual, atrativo e simples. Se não cumprir com estes 3 requisitos, será um elemento com falhas.

O seu formulário deverá incluir todos os campos necessários. Deve reunir dados do seu potencial cliente no momento, obtendo tanta informação quanto possível. Depois deverá usar essa informação nas suas ações de marketing, seja por e-mail ou sms marketing. Quanta mais informação tenha em mãos, mais opções terá para elaborar um plano de marketing de acordo com as suas leads.

Embora seja certo que ter mais dados possa ajudar no processo de venda, também é certo que o seu formulário não funcionará bem se tiver muitos campos para preenchimento. Para isso é melhor escolher aqueles que sejam imprescindíveis e prescindir dos outros. Definir técnicas que permitam a captação de informação em futuras ocasiões. Assim, as leads não sentirão o fardo habitual perante um formulário extenso e poderão completar os dados sem preocupação. Com isto, a captação de leads é muito mais orgânica.


5- Não existem elementos chamativos

       

A sua landing page deve ser atrativa, chamativa e ser um elemento que convença o visitante desde o primeiro momento. Se não existir um elemento âncora, que consiga captar o interesse do visitante à primeira, será muito difícil que a sua página funcione.

Os elementos chamativos são ideais para a sua landing page. Empregues na medida certa, podem ajudá-lo a chamar a atenção dos clientes. As cores vivas e as imagens são alguns dos recursos mais utilizados. Optar por um desenho que combine de maneira eficaz os elementos chamativos com os elementos menos chamativos será a chave para sucesso.

Mas tenha cuidado, porque aqui vem um dos maiores erros em landing pages, e é o que acaba a encher a página de elementos chamativos. O ser humano tende a não ter medida e pode passar de não ter nenhum elemento chamativo a encher toda a página.

Construa a sua landing page com moderação e cabeça. O objetivo é que tenha um ou dois elementos que consigam captar a atenção do visitante. Estes elementos servirão para manter o visitante na página e conseguir a conversão.

Mesmo assim, também podem ser elementos que deem mais relevância à página. Sendo estes elementos habitualmente complementados por outros elementos ou pela própria informação. Deve chamar a atenção, destacar-se da concorrência, ter um design atrativo e dizer “estou aqui”. A sua marca e o seu prestígio dependem do que saiba decidir entre todos elementos à sua disposição.


6- Falta de ligação às redes sociais

       

Atualmente, as landing pages não podem evitar ter ligação com o mundo. As redes sociais são o elemento de ligação mais importante que existe, já que é nelas que estão a maioria dos potenciais clientes.


A sua landing page deve ter ligação às redes sociais. Permitir que os seus utilizadores possam partilhar o conteúdo da landing page nas redes sociais é a chave. Trata-se de fazer deste conteúdo acessível a todos os utilizadores. Se as suas leads tiverem a oportunidade de poder partilhar no Facebook ou no LinkedIn a landing page, terá mais oportunidades de conseguir captar possíveis clientes.

As redes sociais também são formas de contacto que deve trabalhar com seus clientes. As redes sociais permitem que estabeleça outras vias de contacto com eles. Nelas encontrará a participação dos clientes, além de poder promover a sua landing page através das suas plataformas de anúncios.

Utilizar as redes sociais, entender como se comportam, descobrir os seus segredos e utilizar as suas mais-valias na landing page é a chave. Um dos principais erros em landing pages seria prescindir por completo da ajuda que nos podem dar as redes sociais através de todos os serviços que dispõem.


Com o Closum, poderá obter a sua landing page através de uma solução chave-na-mão, evitando preocupações e garantindo as melhores práticas de otimização à conversão. Todos os templates estão otimizados para poder empregar em desktop ou dispositivos móveis, pelo que o desenho será um aspecto do qual não terá que preocupar-se.
Terá ainda à sua disposição uma plataforma para fazer a gestão de todos os contactos angariados através da sua landing page. Facilitando assim todo o processo comercial de conversão de leads em clientes.

"Somente medir algo tem uma tendência estranha para o melhorar."

Paul Graham, Co-Fundador da Y Combinator